03/10/2011

Eu fui!

Quero ser bem sucinto porque o que menos importa aqui é o que vou falar (se estiver com o tempo curto, vá direto aos vídeos, é o melhor do post).

Aos poucos que ainda não sabem, fui ao Rock in Rio. Lembro-me do festival de 2001, dez anos atrás, que acompanhei de casa enquanto via minhas primas saírem de Vitória (ES) para curtirem do festival. Agora foi a minha vez!

E tive o prazer de assistir aqueles que estão sendo considerados dois pontos altos do festival (junto com outros sensacionais, como Metallica, Sepultura, Erasmo, Coldplay, etc.): Janelle Monáe e Stevie Wonder.

Bem, do Stevie todos já esperavam um grande show. Ele, uma entidade da música mundial, só tinha vindo ao Brasil uma única vez, há 16 anos, e é de uma qualidade musical rara. Mas o cara se superou. Pensem em um bom show. Agora multipliquem pelo número de hits que Stevie tem. Somem a quantidade de grammys que já ganhou*. Adicione 100 mil pessoas. Pronto, chegou perto.

Agora, Janelle Monáe, com todo respeito ao Stevie, foi a dona da noite. Arrebatador, assim foi o show da menina de apenas 26 anos que, de ilustre desconhecida, incendiou o público já em seu número inicial: Dance or Die (em tradução literal, Dance ou Morra). Dançamos, claro. E dançamos muito, pulamos, vibramos. Foi incrível, ao final de cada música a Cidade do Rock vinha abaixo, com palmas efusivas, gritos, vivas, uma  catarse coletiva. O show foi irretocável, pois além da voz impecável, com alcance incrível, Janelle dança, atua e até pinta (literalmente!) em cena. 

E o melhor veio no fim da noite: os dois gigantes juntos no palco. Janelle e Stevie Wonder em um dueto que certamente entra para a história do festival. Quinta-feira foi dia de música preta, bebê!

* Stevie Wonder é o maior colecionador de Grammys história, com 25 prêmios.


(a seguir, três vídeos: o primeiro de Janelle; o segundo de Stevie; o terceiro, com os dois juntos. O primeiro vídeo é bem longo, mas não deixe de ver!)

Janelle e o fim apoteótico de seu show

Stevie fez história aqui

E a noite termina perfeita, com os dois no palco

4 comentários:

Giovana Damaceno disse...

Tô de ressaca cultural. Não fui, mas coloquei minha vida à disposição do festival desde quinta-feira. Tô um caco. hehe!

Bia Paixão disse...

Sou testemunha! É, exatamente, isso!

Daniel NV disse...

Cara, massa seu post. Achei maneiro você ir lá no Rock In Rio e ainda fazer essa crítica. Poxa, mas tá roubando a idéia do meu blog, rapá?

Jane C. disse...

Eu fui também,mas no dia 02.Me surpreendi com o que vi.Foranm show incríveis.Eu não dava nada pelos Detonautas,mas fizeram um bom show,assim como a Pitty(DIVA!).Mas System of a down arrasou,e Guns 'n roses...Dispensa comentários!