09/03/2009

Um Flamenguista em Branco e Preto

Foram quatro meses de rompimento. Logo eu, que sempre fui o maior fã, sempre acreditei, sempre defendi, durante esses ultimos meses me privei de esboçar qualquer reação positiva com relação ao cara.

Pelo contrário, xinguei - safado, traidor! Pragueei: "vai quebrar as duas pernas, agora!". Fingi, por 81 dias que odiava, por tudo que era mais sagrado, aquele... gordo!

Ignorava todas as notícias fenomenais que surgiam dia após dia na TV. Virava abruptamente as páginas dos jornais em que ele figurava. O coração de torcedor estava ferido, magoado. O pior era saber que, mais uma vez, ele daria a volta por cima. Eu tinha certeza disso. Mas ele tava vestindo a camisa errada, as cores estavam trocadas. "Perdeu a chance de se tornar um ídolo, pra virar apenas um produto de marketing", resmungava.
Então, o dia de ontem chegou e eis que no último minuto, eu atrasado pros meus compromissos, olho grudado na televisão, ansiedade a flor da pele, de repente um gol. Gol? Goooooooooooool!

Eu que me privei, xinguei, pragueei... por fim, me emocionei (completando a lista dos 'ei')! Todo o meu desprezo anterior foi-se embora na hora que vi aquele moleque subindo o alambrado e sorrindo novamente. Comemorando seu terceiro "primeiro gol". Pela terceira vez, ele estava começando de novo.

E naquele momento reatei(!) as relações com meu ídolo. O maior jogador que já vi, o único brasileiro três vezes melhor do mundo, o maior goleador das copas, o Ronaldo, o fenômeno! (e lá vou eu, mais uma vez, neste vislumbramento cego de um fã apaixonado por seu ídolo - até a próxima mancada, ao menos.)

Foi uma noite especial. Um dia memorável. Pode ser piegas (e é!), mas aquele momento foi - como diria Marcão - sensacional! Dunga, olha o cara ae! rs

O Flamengo que me desculpe, mas ontem meu coração dormiu com um colorido diferente: vermelho, preto e branco.

3 comentários:

Thayra Azevedo disse...

Bom tbm amigo, rsrs, mas ninguém merece o ser humano, assim como se chateia ao ver perdendo, assim que ganha parece que o homem se torna 'rei'. Mas relaxa, acredito que a maioria reagiu como vc.

bjos

Gabriel Araujo disse...

o pior foi o prejuízo.. quem mandou o gordinho subir no alambrado..
rsrs
mas brincadeiras a parte.. foi emocionante sim. MUITO. Logo eu "que nem gosto tanto assim de futebol" fui ficar emocionado.

Lígia disse...

Aaaah, até que enfim alguém que concorda comigo.
Desde a Copa do Mundo de 2006 eu tenho que defendê-lo sozinha. Ninguém mais acredita nele, ainda mais agora, depois de engordar, parar de jogar, perder patrocínio devido a escândalos (que não me dizem respeito e não influenciam em nada na vida profissional dele a meu ver) e tantas outras coisas.

Falando no escândalo, uma observação: Na época eu não cheguei a ver o vídeo gravado pelo/a (sei la) travesti na televisão, então tive que procurar o vídeo apenas pra poder formar uma opinião sobre o assunto pra saber se eu podia ainda ser defensora do Fenômeno. O quesito fofoca não me interessava.
Entrei no YouTube e digitei "vídeo Fenômeno" pois a repercussão havia sido tão grande que pensei que haveria no mínimo uns 50 vídeos sobre isso e que seriam certamente os primeiros a ser exibidos.
Para meu espanto (e alívio também) apareceram sim, vários vídeos sobre o Fenômeno, mas 95% dos vídeos mostrava o craque jogando bola, sendo fenomenal, sendo escandaloso nos gramados. Somente 5% dos vídeos eram relacionados ao escândalo sexual, e os 5% só foram exibidos quando eu digitei "Ronaldo Fenômeno Travesti". Isso mostra que o cara é indiscutivelmente muito mais CRAQUE do que, desculpe o termo, COMEDOR DE TRAVECO.
E digo mais: Cazuza, Ana Carolina, Simone, Marina Lima são escandalosos freqüentes no que diz respeito à sexualidade (que não me interessa, não sei porque falam tanto disso) e o povo continua ouvindo e adorando suas músicas, independente daquilo que fazem VESTINDO A CAMISA DO FLAMENGO (!) num hotel do Rio de Janeiro. [pausa pra rir kkkkkkkkk]

Ronaldo É Fenômeno. Ronaldo é exemplo de resistência, talento e vários outras características que a maioria dos brasileiros procura demonstrar ter sem realmente saber o significado disso.

O lance dele com o Fla foi um pouco de sacanagem, mas acho que se eu fosse O Fenômeno eu ia preferir jogar num time que veio da série B e ajudar a reerguê-lo pra ter grande parte desse mérito a jogar num time, desculpe mas é verdade, vencedor na raça mas FALIDO financeiramente apenas por paixão.

Agora você é mais um na torcida POSITIVA pro craque se recuperar. E quando ele estiver a todo vapor vai cumprir sua promessa de se aposentar no time rubro negro carioca, o time de coração dele. Certeza.